PPGSP

PPGSP

Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública

Histórico e Objetivos

O Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública (PPGSP) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) abriga o primeiro curso de mestrado acadêmico da área da Saúde Coletiva do estado da Paraíba, tendo iniciado suas atividades em agosto de 2009. O curso foi criado no âmbito das políticas de descentralização e interiorização dos cursos de pós-graduação da CAPES, possui uma área de concentração (Saúde Pública) e duas linhas de pesquisa: “Condições e Determinantes do Processo Saúde-Doença” e “Avaliação de Políticas, Programas e Tecnologias em Saúde”. Trata-se de um curso reconhecido pela CAPES, com conceito 3. 

O objetivo do curso é formar recursos humanos de alto nível para atuarem no magistério superior, estimulando o desenvolvimento da pesquisa científica e a qualificação profissional para resolução de problemas com o uso de evidência científica. Visa, ainda: contribuir para o aprimoramento das ações desenvolvidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), junto às populações que vivem no Nordeste brasileiro, particularmente no Estado da Paraíba; criar condições para o desenvolvimento da pesquisa científica em uma região ainda carente de profissionais qualificados; e fomentar a cooperação técnica entre a universidade e outras instituições de ensino superior (IES), bem como com as secretarias de saúde e de educação dos municípios, estado e União. 

Atualmente o PPGSP conta com um quadro composto por 14 docentes permanentes. Os docentes têm obtido êxito na captação de recursos em certames nacionais e regionais, de forma que todos fazem parte, como coordenadores ou colaboradores, de projetos de pesquisa financiados por órgãos de fomento, desenvolvidos com os discentes do Programa, em colaboração entre colegas do PPGSP e com os parceiros nacionais e internacionais.

Como pioneiro na área de Saúde Coletiva no estado, o PPGSP é o que mais tem formado mestres, nesta área, na Paraíba, já tendo titulado mais de 210 profissionais. Desde a sua criação, a demanda por vagas tem sido crescente e contínua, inclusive porque várias instituições da região oferecem cursos de graduação na área de saúde e o município de Campina Grande, sede do PPGSP, é reconhecidamente um dos principais polos universitários da região. 

A produção técnico-científica é resultado de projetos que trabalham temáticas tradicionais e inovadoras na área da Saúde Coletiva, buscando responder questões relativas à situação de saúde das populações do Nordeste brasileiro, especificamente em populações da Paraíba. Em termos de patentes e inovação tecnológica, os docentes têm envidado esforços para o desenvolvimento de tecnologias em saúde. A inserção social do PPGSP não se limita às articulações com organismos governamentais e internacionais. Os resultados de suas pesquisas e atividades de ensino e cooperação técnica destinam-se, também, a apoiar os movimentos sociais e as iniciativas autônomas da sociedade civil, com interfaces nos serviços de saúde e de educação básica.