PPGCA

PPGCA

Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias

Disciplinas

O Mestrado em Ciencias Agrárias tem sua estrutura organizada em dois anos. O primeiro ano é dividido em dois semestres, dedicado ao cumprimento dos créditos em disciplinas. O segundo ano é dedicado à elaboração da dissertação. As atividades são desenvolvidas durante a semana, nos turnos manhã e tarde. O número de créditos é de 30, sendo 24 em disciplinas e 6 na dissertação. Cada crédito corresponde a quinze (15) horas de aula teórica ou atividades equivalentes.

Disciplinas Obrigatórias

Estatística Aplicada às Ciências Agrárias (4 créditos – 60 horas/aula)


Ementa: Medidas de tendência central e dispersão, distribuição normal, distribuição amostral, testes de hipóteses, teste de significância; a importância e fundamentos da estatística na experimentação agrícola; métodos para aumentar a eficiência dos experimentos; análise de variância; delineamentos básicos: inteiramente ao acaso, blocos e quadrados latinos; experimentos fatoriais; experimentos em parcelas subdivididas; modelos em classificação hierárquica; análise de regressão linear e múltipla. Superfície de resposta.

Fisiologia Vegetal (4 créditos – 60 horas/aula)


Ementa: Morfologia geral, relações hídricas, nutrição mineral, fotossíntese, transporte, respiração, desenvolvimento vegetativo e reprodutivo, reguladores de crescimento, germinação, dormência, senescência, abscisão, crescimento e desenvolvimento das plantas, reprodução em plantas superiores.

Metodologia Científica (4 créditos – 60 horas/aula)


Ementa: História das ciências; ferramentas online para trabalhos acadêmicos; ferramentas online para pesquisas acadêmicas; ABNT e regras de formatação de trabalhos acadêmicos; Organização e sitematização da pesquisa científica e do estudo de material bibliográfico; Técnicas de redação científica; Regras para formatação de artigos científicos internacionais; técnicas para elaboração de resumos, artigos científicos, trabalhos monográficos e projetos.

Disciplinas Optativas

Linha 1: Energias Renováveis e Biocombustíveis

Oleaginosas e Bioenergia (4 créditos – 60 horas/aula)


Ementa: Cultivo das principais plantas de ciclo anual: algodão; mamona; gergelim; amendoim; soja; canola – produtoras de óleo e/ou biocombustíveis no Nordeste do Brasil.

Aspectos da Produção de Cana-de-açúcar (4 créditos – 60 horas/aula)


Ementa: História, morfologia e aspectos fenológicos da cana-de-açúcar, manejo varietal; planejamento agrícola; adubação e plantio; manejo de irrigação; fitossanidade; colheita; questões ambientais no manejo da agroindústria canavieira; qualidade e subprodutos; perspectivas para o setor sucroalcooleiro brasileiro.

Agroenergética (4 créditos – 60 horas/aula)


Ementa: Avaliar espécies vegetais e resíduos agrícolas com potencialidade para geração de energia elétrica ou térmica; calcular o balanço energético e estudar os processos de transformação do produto final: biocombustíveis sólidos, líquido e gasoso. Analisar a potencialidade de cultivos agroenergéticos existentes e de novas espécies, bem como estudar as possibilidades de uso de resíduos agrícolas na transformação e produção de energia em comunidades sem energia convencional.

Ecofisiologia de Plantas Cultivadas (4 créditos – 60 horas/aula)


Ementa: Desenvolvimento primário das angiospermas. Estrutura e desenvolvimento do corpo da planta. Raiz: estrutura e desenvolvimento. Caule: estrutura primária e desenvolvimento. Crescimento secundário do caule. Formação de sementes e frutos. Germinação e tipos de dormência. Crescimento e desenvolvimento. Transporte e translocação de água e solutos. Eficiência fotossintética. Eficiência no uso da água.

Química Analítica e Controle de Qualidade de Biocombustíveis (3 créditos – 45 horas/aula)


Ementa: Métodos clássicos de análise: gravimetria, titulações. Métodos instrumentais de análise: métodos espectroanalíticos; métodos eletroanalíticos; métodos cromatográficos. Normalização de qualidade para biocombustíveis.

Fitossanidade de Plantas Bioenergéticas (3 créditos – 45 horas/aula)


Ementa: Unidade temática I (Entomologia): Introdução à taxonomia de insetos; reprodução e desenvolvimento dos insetos; noções sobre a fisiologia de insetos; estratégias de manejo integrado de pragas; insetos-praga de culturas bioenergéticas e seu controle, com ênfase nas culturas do algodão, amendoim, cana-de-açúcar, gergelim, girassol, mamona, milho e soja. Unidade temática II (Fitopatologia): Conceito de doença; Introdução aos agentes causadores de doenças em plantas; Mecanismos de ataque de patógenos; Mecanismos de resistência de plantas; Sintomatologia e diagnose; Principais doenças do algodão, amendoim, cana-de-açúcar, gergelim, girassol, mamona, milho e soja. Manejo integrado de doenças com ênfase em plantas bioenergéticas.

Linha 2: Agricultura Familiar e Sustentabilidade

Agricultura Familiar e Sustentabilidade (4 créditos – 60 horas/aula)


Ementa: Princípios Básicos da Sustentabilidade na Agricultura Familiar; Políticas Públicas para a Agricultura Familiar; Práticas e Métodos para uma Agricultura de Base Ecológica na Pequena Propriedade Rural; Articulação e Ações para Difusão da Agroecologia aos Pequenos Proprietários Rurais; Unidades Produtivas na Pequena Propriedade Agroecológica; Políticas de preços, mercado justo, agregação de valor aos produtos e comercialização em feiras livres orgânicas.

Horticultura em Sistemas Agroecológicos (4 créditos – 60 horas/aula)


Ementa: Serão apresentados e discutidos os principais aspectos inerentes à produção de plantas hortícolas sustentável; implantação de hortas comunitárias, produção de substratos orgânicos, métodos de propagação e manejo da produção agroecológica para a obtenção de produtos de qualidade.

Bases Fundamentais em Olericultura e Plantas Frutíferas (3 créditos – 45 horas/aula)


Ementa: Estudo dos fundamentos gerais da produção de mudas, hortaliças e fruteiras no sistema convencional; conduzidas ou não em ambiente protegido, envolvendo aspectos no uso eficiente da água; técnicas de cultivo e respostas agroeconômicas de diferentes espécies.

Avaliação Econômica da Produção Agrícola (3 créditos – 45 horas/aula)


Ementa: Noções básicas em economia. Demanda e oferta de produtos agrícolas. Economia dos mercados agrícolas. Organizações de redes de cooperação. Custos, rentabilidade e margens de comercialização. Planejamento da comercialização. Elasticidade de preço. Relação custo / benefício da produção agrícola.

Fertilidade e Nutrição Mineral De Plantas (4 créditos – 60 horas/aula)


Ementa: Leis da fertilidade. Disponibilidade de macro e micronutrientes no solo. Principais corretivos e fertilizantes. Análise química do solo para fins de recomendação de calagem e adubações. Absorção foliar de elementos, transporte e redistribuição. Funções dos nutrientes. Elementos úteis e tóxicos. Cultivo de plantas em ambientes protegido. Avaliação do estado nutricional das plantas. Matéria orgânica do solo.

 

Linha 3: Biotecnologia e Melhoramento Vegetal

Avanços em Biologia Celular e Molecular (4 créditos – 60 horas/aula)


Ementa: Introduzir a fundamentação e uma visão da aplicação das técnicas de Biotecnologia na área da agricultura. Biotecnologia e OGMs. Biotecnologia aplicada ao Melhoramento Vegetal. Técnicas básicas e aplicadas de Biologia Molecular: clonagem gênica, sequenciamento de DNA, estratégias de transformação genética de microrganismos e plantas, expressão gênica, genes de plantas de importância agronômica.

Cultura de Tecidos e Células Vegetais (3 créditos – 45 horas/aula)


Ementa: Introdução ao conhecimento da célula vegetal; Origem e evolução das células (Procariontes e Eucariontes); Constituintes da membrana plasmática; Transporte através da membrana; Plastídios e mitocôndrias; Microcorpúsculos, vacúolos, ribossomos, retículo endoplasmático; Citoesqueleto; Substâncias ergásticas, parede celular, plasmodesmas; Biotecnologia e cultivo de tecidos vegetais; Micropropagação; Diferentes tipos de tecidos e suas culturas; Meios de cultura e preparos; Fatores que influem no êxito do cultivo de tecidos; Introdução às atividades práticas de laboratório; Microscopia; Visualização de células; Citoquímica; Espectrofotometria; Análise bioquímica de compostos nitrogenados; Análise bioquímica de carboidratos; Discussão de artigos científicos; Aspectos básicos da elaboração de um projeto de pesquisa.

Bioinformática (4 créditos – 60 horas/aula)


Ementa: Histórico da bioinformática, fundamentos da genômica, sequenciamento e montagem de genomas, banco de dados público, agrupamento de seqüências, busca por homologia, genômica comparativa, serviços de busca disponíveis no NCBI, alinhamento de múltiplas seqüências de DNA e proteínas para análise de similaridade, ferramentas de estudo das proteínas, arvores filogenéticas.

Métodos e Melhoramento de Plantas (4 créditos – 60 horas/aula)


Ementa: Natureza, perspectivas e objetivos do melhoramento de plantas; recursos genéticos; bases genéticas do melhoramento; sistemas reprodutivos nas plantas cultivadas; princípios básicos de genética de populações e de genética quantitativa; melhoramento de espécies autógamas, alógamas e de propagação assexuada. Melhoramento para resistência a fatores bióticos e abióticos.

Fixação Biológica de Nitrogênio (3 créditos – 45 horas/aula)

Ementa: Histórico da pesquisa com FBN no Brasil; FBN e ciclo do Nitrogênio; Diversidade de micro-organismos fixadores de N; FBN em leguminosas: formação dos nódulos; eficiência dos sistemas fixadores, promiscuidade x especificidade, seleção de estirpes; FBN em não-leguminosas: eficiência dos sistemas fixadores, seleção de estirpes, bactérias diazotróficas como promotoras do crescimento vegetal; Inoculantes: importância agrícola, legislação brasileira, qualidade do produto e novas formulações; Metodologias: principais técnicas empregadas na quantificação da fixação da FBN e nos estudos de diversidade de bactérias diazotróficas.

Genética Quantitativa (3 créditos – 45 horas/aula)

Ementa: Introdução à genética quantitativa; Estimativa de parâmetros genéticos; Heterose e depressão endogâmica; Interação genótipo x ambiente; Análise dialélica; Emprego do software GENES;   Diferencial de seleção, intensidade de seleção, ganhos de seleção e média predita da população melhorada.